difel

A literatura em perigo

A literatura em perigoO ensino de literatura nas escolas acaba se tornando inevitavelmente um ponto de debate entre diversas áreas; pedagogia, a própria literatura, e até em alguns pedaços da produção editorial, tendo em vista que o tema  influi em muito na formação de novos leitores que virão a ser a futura base de consumidores de um profissional da área. É interessante acompanhar a perspectiva de um crítico literário, ainda mais do renome ao nível de Tzvetan Todorov, historiador e teórico responsável por trabalhos como O homem desenraizado. Este é um de seus pontos principais abordados no magro volume de A literatura em perigo, ensaio quiçá cáustico no qual temos diversos elementos — principalmente vistos em seu país de moradia, na França — que supostamente estariam matando a literatura.

O volume se abre com uma curta introdução à edição brasileira, na qual se faz um beve paralelo da situação nacional com os elementos que Todorov critica na formação e ensino da literatura contemporânea francesa. E, a partir de seu primeiro capítulo, começa a questionar estas tendências artísticas naturais — a hermetização da literatura em uma espécie de imanência que se fecha por si mesma, destacando-se da realidade sensível em uma suposta autossuficiência emancipatória que seria característica intrínseca da arte. (mais…)

Anúncios